Google+ VÍDEO

12/06/2014

Brasil 3 x 1 Croacia, Gols e Lances - Copa do Mundo 12/06/2014


BRASIL 3X1 CROÁCIA: TÁ ESCRITO: NEYMAR DECIDE COM ERRO DE ÁRBITRO, E BRASIL VIRA SOBRE CROÁCIA.
Atacante devolve brilho à camisa 10 e, ao lado de Oscar, salva atuação irregular da Seleção com pênalti mal marcado na abertura da Copa 2014.


O verso é da música "Tá escrito", eleita por Daniel Alves o hino da caminhada ao hexa. A canção serviu de roteiro da estreia brasileira na Copa do Mundo. A Seleção encontrou dissabor, não fugiu da luta e viu sua hora chegar. A mão, ou melhor, os pés de Neymar começaram a escrever um novo capítulo da história do Brasil. Seus dois gols e o de Oscar na virada de 3 a 1 sobre a Croácia fizeram com que este 12 de junho de 2014, dia em que o Mundial voltou ao país depois de 64 anos, fosse ainda mais inesquecível.


O menino gênio fez a camisa 10 da Seleção marcar um gol depois de 12 anos.  Rivaldo, nas quartas de final de 2002, havia sido o último. Também quebrou um tabu de 48 anos. Desde Pelé, em 1966, o número 10 não era o autor do primeiro gol brasileiro em Copas.

Brasil 3 x 1 Croacia, melhores momentos - Copa do Mundo 12/06/2014


BRASIL 3X1 CROÁCIA: 2014 Brazil 3-1 Croatia!! TÁ ESCRITO: NEYMAR DECIDE COM ERRO DE ÁRBITRO, E BRASIL VIRA SOBRE CROÁCIA.
Atacante devolve brilho à camisa 10 e, ao lado de Oscar, salva atuação irregular da Seleção com pênalti mal marcado na abertura da Copa 2014.


O verso é da música "Tá escrito", eleita por Daniel Alves o hino da caminhada ao hexa. A canção serviu de roteiro da estreia brasileira na Copa do Mundo. A Seleção encontrou dissabor, não fugiu da luta e viu sua hora chegar. A mão, ou melhor, os pés de Neymar começaram a escrever um novo capítulo da história do Brasil. Seus dois gols e o de Oscar na virada de 3 a 1 sobre a Croácia fizeram com que este 12 de junho de 2014, dia em que o Mundial voltou ao país depois de 64 anos, fosse ainda mais inesquecível.


O menino gênio fez a camisa 10 da Seleção marcar um gol depois de 12 anos.  Rivaldo, nas quartas de final de 2002, havia sido o último. Também quebrou um tabu de 48 anos. Desde Pelé, em 1966, o número 10 não era o autor do primeiro gol brasileiro em Copas.

Torcedor Croata beija repórter da Globo em transmissão ao vivo


A repórter Sabrina Simonato levou um susto na Av. Paulista no dia da estreia do Brasil na Copa do mundo.